O Forasteiro - Adam Mattos
Adam Mattos
Sou advogado, aficcionado por leitura de todos os gêneros, e a minha grande paixão recém descoberta é a escrita.
Já publiquei em algumas antologias de terror e de temas variados, além de ter publicado também em antologias de poesias.
O maldito me fascina, tanto na leitura quanto na escrita, meu objetivo é causar calafrios em quem lê, e em mim mesmo que escrevo.
O feio, subversivo e errante é o mal aglutinador da espécie humana, que merece ser dominado pelo medo. Cuidado, aprecie minhas obras com a mente aberta e o estômago forte.







O Forasteiro

Os dois foram até a sala, se sentaram e começaram a beber. O clima era claramente de estudo mútuo; Antenor estava estudando Juarez para tentar descobrir o verdadeiro motivo da sua mudança para aquela cidade, e Juarez estava estudando a bizarrice daquela situação, se aquele homem era confiável, e o que ele queria dele de verdade. Beberam o litro de uísque inteiro, e abriram outro, enquanto bebiam conversavam sobre os mais diversos assuntos, política, futebol, literatura, mas quando a conversa ia para o lado pessoal Juarez sempre se esquivava e mudava de assunto, Antenor percebia, e o clima ia ficando tenso na medida em que os dois iam ficando mais bêbados.

Em certo momento, já sem paciência, Juarez, tirou uma arma da cintura, colocou encima da mesa e perguntou rispidamente a Antenor:

– Já brincou de roleta russa?

– Você tá louco? Por que trouxe isso pra minha casa?

– Bom, ja percebi que você está super interessado no meu passado, então façamos assim, eu coloco uma bala no revólver, que cabem 8, giro o tambor e cada um atira na própria cabeça, a cada disparo falho, você tem direito a uma pergunta e eu prometo responder com sinceridade.

– Você perdeu o juízo, eu não vou fazer isso.

– Está com medinho? Não foi tão machão a ponto de me chamar aqui pra me investigar? Agora os meus termos são esses.

Antenor ficou sem palavras, mas estava tão bêbado que estava cogitando participar dessa brincadeira maluca. Começou a pensar, o que eu realmente tenho a perder? Sou um homem de meia idade, sozinho, sem emoção nenhuma na minha vida, quem sabe isso traga alguma adrenalina que eu esteja precisando.

– Tá bom, eu topo, mas não aqui na minha casa, vai que você morre aqui, como eu vou explicar para a polícia?

Páginas: 1 2 3 4 5

Adam Mattos
O Forasteiro

Os dois foram até a sala, se sentaram e começaram a beber. O clima era claramente de estudo mútuo; Antenor estava estudando Juarez para tentar descobrir o verdadeiro motivo da sua mudança para aquela cidade, e Juarez estava estudando a bizarrice daquela situação, se aquele homem era confiável, e o que ele queria dele de verdade. Beberam o litro de uísque inteiro, e abriram outro, enquanto bebiam conversavam sobre os mais diversos assuntos, política, futebol, literatura, mas quando a conversa ia para o lado pessoal Juarez sempre se esquivava e mudava de assunto, Antenor percebia, e o clima ia ficando tenso na medida em que os dois iam ficando mais bêbados.

Em certo momento, já sem paciência, Juarez, tirou uma arma da cintura, colocou encima da mesa e perguntou rispidamente a Antenor:

– Já brincou de roleta russa?

– Você tá louco? Por que trouxe isso pra minha casa?

– Bom, ja percebi que você está super interessado no meu passado, então façamos assim, eu coloco uma bala no revólver, que cabem 8, giro o tambor e cada um atira na própria cabeça, a cada disparo falho, você tem direito a uma pergunta e eu prometo responder com sinceridade.

– Você perdeu o juízo, eu não vou fazer isso.

– Está com medinho? Não foi tão machão a ponto de me chamar aqui pra me investigar? Agora os meus termos são esses.

Antenor ficou sem palavras, mas estava tão bêbado que estava cogitando participar dessa brincadeira maluca. Começou a pensar, o que eu realmente tenho a perder? Sou um homem de meia idade, sozinho, sem emoção nenhuma na minha vida, quem sabe isso traga alguma adrenalina que eu esteja precisando.

– Tá bom, eu topo, mas não aqui na minha casa, vai que você morre aqui, como eu vou explicar para a polícia?

Páginas: 1 2 3 4 5