S - Aislan Coulter
Aislan Coulter
Escritor de horror, mistério e ficção-científica. É contra o preconceito linguístico, acredita que a mosca sobrevoou as cabeças dos cangaceiros, que Hitler enganou Stalin e que Nero incendiou Roma. Adepto e defensor do teste de empatia Voight-Kampff Principais influências: Stephen King, Clive Barker, William Hjortsberg, Bram Stocker, Anne Rice, Peter Straub, William Peter Blatty, Jason Dark, Jack Woods, Philip K. Dick, Chuck Palahniuk, Irvine Welsh, Jon Ronson, William Golding, Joseph Conrad…





S

— Agora o Saci é seu! Violou uma sepultura. Ele é todo seu!

— Não, por favor, meu Deus… eu pensei… eu pensei…

— Pensou que eu fosse um mentiroso tarado, não é? Você se lascou, hahaha. Aí, fui, se vira, meu irmão.

— Não, por favor, cara…

— Ah, só uma coisinha, Mané… o que sobrou de Lauriano, o cangaceiro, foi isso: um violador de sepulturas.

— Hã? O quê? Quem é Lauriano?

— Eu lá vou saber! Foi só algo que me disseram quando eu comecei nesse negócio.

 

Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8

— Agora o Saci é seu! Violou uma sepultura. Ele é todo seu!

— Não, por favor, meu Deus… eu pensei… eu pensei…

— Pensou que eu fosse um mentiroso tarado, não é? Você se lascou, hahaha. Aí, fui, se vira, meu irmão.

— Não, por favor, cara…

— Ah, só uma coisinha, Mané… o que sobrou de Lauriano, o cangaceiro, foi isso: um violador de sepulturas.

— Hã? O quê? Quem é Lauriano?

— Eu lá vou saber! Foi só algo que me disseram quando eu comecei nesse negócio.

 

Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8