Morte - Allan Fear
Allan Fear
Eu sou Allan Fear, um escritor de contos, em sua maioria de terror. Desde a adolescência que gostava de escrever e desenhar, confesso que tenho um gosto um tanto excêntrico pelo horror. Vivo tendo idéias horripilantes o tempo todo. Gosto de escrever contos tanto para crianças quanto para adultos.
Eu tenho algumas obras publicadas pela editora Clube de Autores e continuo escrevendo. Recentemente dei vida a meu alter ego inumano, o Sr. Medo, que narra alguns de meus contos para um canal no You Tube.
Eu gosto muito de ler livros de mistério, HQ's, ver filmes e ouvir antigas canções de Heavy metal, mas o que me inspira mesmo a escrever é a boa e velha música clássica.
E-mail: noitesdehalloween@gmail.com
Site: https://noitesdehalloween.wixsite.com/allanfear





Morte

Seu toque é gelado.
Sua face descarnada, com suas órbitas tomadas pelas trevas, trevas que te envolvem, pareces um cadáver.
A foice que carregas em suas mãos, com sua lâmina certeira, simboliza sua capacidade de ceifar a vida num só golpe.
Dormindo ou acordado você sempre estará lá.
Em qualquer lugar, a qualquer hora, sem importar a distância ou a dimensão.
Todos a temem.
A humanidade, o sol, as galáxias, os planetas e tudo que existe.
Porque um dia todos sucumbirão à tua vontade.
Não se pode destruí-la, aprisioná-la ou fugir dela.
Porque ela é a única certeza da vida.
Seu beijo é mortal.
Seu ser é imortal.
Sua missão é eterna.
Triste e real.
Sua presença indica profundas transformações e necessidade de algo terminar.
Ela é a Morte.
O final triste para a história da vida.

Allan Fear
Morte

Seu toque é gelado.
Sua face descarnada, com suas órbitas tomadas pelas trevas, trevas que te envolvem, pareces um cadáver.
A foice que carregas em suas mãos, com sua lâmina certeira, simboliza sua capacidade de ceifar a vida num só golpe.
Dormindo ou acordado você sempre estará lá.
Em qualquer lugar, a qualquer hora, sem importar a distância ou a dimensão.
Todos a temem.
A humanidade, o sol, as galáxias, os planetas e tudo que existe.
Porque um dia todos sucumbirão à tua vontade.
Não se pode destruí-la, aprisioná-la ou fugir dela.
Porque ela é a única certeza da vida.
Seu beijo é mortal.
Seu ser é imortal.
Sua missão é eterna.
Triste e real.
Sua presença indica profundas transformações e necessidade de algo terminar.
Ela é a Morte.
O final triste para a história da vida.