Maldohorror - Coletivo de escritores fantásticos e malditos.
Coffin Souza
Cesar “Coffin” Souza
Nasci em uma madrugada fria de junho de 1962. Continuo gostando de madrugadas e de frio.
Cresci com livros, filmes, gatos & quadrinhos. Queria ser Cientista, Desenhista, Escritor, Pintor, Diretor de Cinema, Ator... Faço um pouco de cada-tudo-junto-misturado. Batalhando como todos para sobreviver ao dia-a-dia, nas horas (poucas) vagas, escrevo, atuo, faço filmes, faço coisas. Orgulho de ter sido cúmplice com Baiestorf/Waslawick/Toniolli/Bortolanza/Jahnke da deliciosa demência chamada Canibal Filmes. Tenho dois blogs: She Demons Zine (shedemonszine.blogspot.com.br ) & Museu da Meia Noite (museudameianoite.blogspot.com.br ). Estou neles. E aqui. Em vários lugares. E em nenhum...
E-mail: coffinsouza@gmail.com






O evangelista de Sodoma 2

Parte 1: “De Onde Iremos do Nada Para Um Lugar Chamado Algum”

 

 “Posso duvidar da realidade de tudo, mas não da realidade da minha dúvida.”

 (André Gide).

A voz metálica estalou no ar:

-Por favor, desobstruam a pista onírica eletrônica para nosso irmão poder sonhar…

-Mas, eu não sonho mais!

Discordei

-Então construa alguma coisa de útil!

Insistiu

-Vou fechar todos os esgotos e abrir bem todos os buracos para poder deslizar na mais pura merda!

-Ai, Ai! Já imagino o fedor, estou ficando enojado…

-Mas eu vou fazer!

-O que? O que?

-Táxi! Táxi!!!

Chamei

-Senhor?

-Vamos motorista, mas antes…

Com o dedo em riste berrei a todo pulmão.

-Vá para a puta que te pariu!

-Vá o senhor, mas vá a pé!

-Não era contigo motorista, mas com esta voz de merda que parece ter um crucifixo enterrado no cú!

-Blasfêmias, Blasfêmias! Senhor que estais no céu, tende piedade deste ateu que está cagando (perdoe-me a expressão) para tua existência e piedade…

-Isto apele para teu deusinho imaginário, sua voz irritante!

-Pra onde o senhor deseja ir mesmo, Sr. Ateu?

-Olha, eu estava decidido a ir ao Esgoto Central, mas qualquer lugar longe destas vozes metálicas boiolas já vai me fazer bem.

-Conheço um ótimo Supra-Puteiro em uma área neutra aqui perto, senhor…

Páginas: 1 2 3

Coffin Souza
O evangelista de Sodoma 2

Parte 1: “De Onde Iremos do Nada Para Um Lugar Chamado Algum”

 

 “Posso duvidar da realidade de tudo, mas não da realidade da minha dúvida.”

 (André Gide).

A voz metálica estalou no ar:

-Por favor, desobstruam a pista onírica eletrônica para nosso irmão poder sonhar…

-Mas, eu não sonho mais!

Discordei

-Então construa alguma coisa de útil!

Insistiu

-Vou fechar todos os esgotos e abrir bem todos os buracos para poder deslizar na mais pura merda!

-Ai, Ai! Já imagino o fedor, estou ficando enojado…

-Mas eu vou fazer!

-O que? O que?

-Táxi! Táxi!!!

Chamei

-Senhor?

-Vamos motorista, mas antes…

Com o dedo em riste berrei a todo pulmão.

-Vá para a puta que te pariu!

-Vá o senhor, mas vá a pé!

-Não era contigo motorista, mas com esta voz de merda que parece ter um crucifixo enterrado no cú!

-Blasfêmias, Blasfêmias! Senhor que estais no céu, tende piedade deste ateu que está cagando (perdoe-me a expressão) para tua existência e piedade…

-Isto apele para teu deusinho imaginário, sua voz irritante!

-Pra onde o senhor deseja ir mesmo, Sr. Ateu?

-Olha, eu estava decidido a ir ao Esgoto Central, mas qualquer lugar longe destas vozes metálicas boiolas já vai me fazer bem.

-Conheço um ótimo Supra-Puteiro em uma área neutra aqui perto, senhor…

Páginas: 1 2 3