Louvor ao orgulho humano - Damnus Vobiscum
Damnus Vobiscum
Damnus Vobiscum é Fred Teixeira, nascido a 04 de novembro de 1974. Mas Fred Teixeira prefere ser Damnus Vobiscum, que é um cara praticamente desconhecido e de nome esquisito, escritor, poeta e tradutor. É uma forma de Fred Teixeira deixar de ser tão somente Fred Teixeira e se particularizar um pouco, o que equivale a dizer que ser Damnus Vobiscum, mesmo que apenas para alguns poucos admiradores (talvez nenhum), dá algum sentido à vida completamente sem graça de Fred Teixeira. E por que mais um escritor, poeta e tradutor adotaria um pseudônimo maluco desses?





Louvor ao orgulho humano

Você, que faz um chiqueiro
O entorno onde reside
Onde o fedor coincide
Com seu cheiro rotineiro.

Você, que no seu trabalho
Puxa o saco do seu chefe
Seu rato, seu mequetrefe
É você que eu enxovalho.

Você, com esse seu vício
Mais parece um lemingue
Que a si mesmo se extingue
Saltando do precipício.

Você, um vil chimpanzé
Engordado na banana
Acha que é muito bacana
Só porque ficou em pé.

Mas você é um jumento
Um arremedo de estrume
No mundo só faz volume
Seu macaco piolhento.

Todo esse equilíbrio
Que você tanto ostenta
Essa pose tão nojenta
Me parece um ludíbrio.

Páginas: 1 2 3

Damnus Vobiscum
Louvor ao orgulho humano

Você, que faz um chiqueiro
O entorno onde reside
Onde o fedor coincide
Com seu cheiro rotineiro.

Você, que no seu trabalho
Puxa o saco do seu chefe
Seu rato, seu mequetrefe
É você que eu enxovalho.

Você, com esse seu vício
Mais parece um lemingue
Que a si mesmo se extingue
Saltando do precipício.

Você, um vil chimpanzé
Engordado na banana
Acha que é muito bacana
Só porque ficou em pé.

Mas você é um jumento
Um arremedo de estrume
No mundo só faz volume
Seu macaco piolhento.

Todo esse equilíbrio
Que você tanto ostenta
Essa pose tão nojenta
Me parece um ludíbrio.

Páginas: 1 2 3