Coerências do machão - Fabiano Soares
Fabiano Soares
Formado em jornalismo, detesta jornalismo. Escrito assim em terceira pessoa parece melhor para uma minibiografia. Fabiano tenta se dedicar a muitas coisas, levando-se pela paixão das diversas formas de artes: música, textos, filmes. E é nessa esquizofrenia de interesses, onde tenta dedicar-se um pouco a cada coisa que acaba como um jornalista: sabendo nada de muita coisa. Não sabe fazer música, não sabe escrever textos e não sabe fazer filmes. Mas tenta fazer tudo isso e segue, literalmente, amador. É isso mesmo que ele quer. Apaixonado também por temas sombrios e por uma sombria vontade de avacalhar temas sombrios, não consegue fazer nada sério, portanto, não criem expectativas. Divirtam-se, ou não.
E-mail: fabianocabeludo@yahoo.com.br
Facebook: facebook.com/fabiano. cabeludosoares






Coerências do machão

Pessoal acha que tudo que é LGBT é polêmico, não pode beijar na frente das crianças, blablabla…

Aí o cara é hétero, machão, vai votar no Bolsonaro e o caralho, faz propaganda contra novela que mostra beijo gay às 11 da noite, etc. Mas na hora que ele está entre amigos, ou as brincadeiras que ele ensina pro filho “sacanear uzamiguinhos” é:

Chegar pro amigo e falar

“fala com meu pau na boca!”

“…”

“Iaaaaahhh! Engasgou”

ou

“eu não tô com…”

“Ahhhhhn… aprendeeeeu!”

Gritar o amigo de longe, levantar os dedos indicadores e fazer um coraçãozinho no ar – que termina apontando para o próprio pau – e falar “iaaaaahhhhh! Vesgou!!!”;

Passar a mão na bunda do amigo ou fazer ele encostar no seu pau “de brincadeira”;

Usar rimas altamente homoeróticas pra zoar, tipo:

1) Zoeirão: – tava tentando lembrar aqui, aquele professor do tio Patinhas…

Zoado: – Prof Pardal!

Zoeirão: teu cu no meu pau! kkkkk;

2) Zoeirão: – Pô, meu pai me deu aquele dominó lá, mas não é de plástico… é de… de… aquilo que tem no corpo…

Zoado: – De osso!

Zoeirão: – Teu cu largo no meu pau grosso! Kkkkk

E a lista não acaba nunca, você sabe…

Aí o cara faz tudo isso, mas fala que beijo gay é desrespeito…

Deixa as pessoas e vai procurar coerência na vida, carai…

Fabiano Soares
Coerências do machão

Pessoal acha que tudo que é LGBT é polêmico, não pode beijar na frente das crianças, blablabla…

Aí o cara é hétero, machão, vai votar no Bolsonaro e o caralho, faz propaganda contra novela que mostra beijo gay às 11 da noite, etc. Mas na hora que ele está entre amigos, ou as brincadeiras que ele ensina pro filho “sacanear uzamiguinhos” é:

Chegar pro amigo e falar

“fala com meu pau na boca!”

“…”

“Iaaaaahhh! Engasgou”

ou

“eu não tô com…”

“Ahhhhhn… aprendeeeeu!”

Gritar o amigo de longe, levantar os dedos indicadores e fazer um coraçãozinho no ar – que termina apontando para o próprio pau – e falar “iaaaaahhhhh! Vesgou!!!”;

Passar a mão na bunda do amigo ou fazer ele encostar no seu pau “de brincadeira”;

Usar rimas altamente homoeróticas pra zoar, tipo:

1) Zoeirão: – tava tentando lembrar aqui, aquele professor do tio Patinhas…

Zoado: – Prof Pardal!

Zoeirão: teu cu no meu pau! kkkkk;

2) Zoeirão: – Pô, meu pai me deu aquele dominó lá, mas não é de plástico… é de… de… aquilo que tem no corpo…

Zoado: – De osso!

Zoeirão: – Teu cu largo no meu pau grosso! Kkkkk

E a lista não acaba nunca, você sabe…

Aí o cara faz tudo isso, mas fala que beijo gay é desrespeito…

Deixa as pessoas e vai procurar coerência na vida, carai…