Jogo da Dominação - Gerson Machado De Avillez
Gerson Machado De Avillez
Fotógrafo, autor nas horas vagas, teólogo, filósofo e pedagogo por formação. Portador da Síndrome de Aspeger com superdotação (Qi 163), trabalhou em eventos culturais nas Lonas Culturais no Rio (2002) onde produziu e fotografou, com fotos publicadas em jornais cariocas. Posteriormente trabalhou na Globo como fiscal de figuração pela agência MMCDI na novela Avenida Brasil (2012). Membro votante do Plano Estadual do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas do Rio de Janeiro, membro número 1017 do CLFC (Clube de Leitores de Ficção Científica), UBE (União Brasileira de Escritores) e da Sal (Sociedade de Artes de São Gonçalo), escreveu artigos para a Revista Somnium, teve contos selecionados e publicados na Revista Litera, site Maldohorror, Arte do Terror, Mirage, Primeiro Capítulo, Conexão Literatura, Creepypasta Brasil assim como autor da semana com artigos de destaque na Obvious Mag. Finalista de diversos concursos literários, tendo os contos 'O Poço' (2017) e 'Inominável do Além' (2018) selecionado como um dos melhores de seus respectivos anos pela revisa Litera Livre. Tem 25 livros escritos e dois publicados, 'Adormecidos' (2011 - Ryoki Produções) e 'Síndrome Celestial' (2013 - Ed. Multifoco).

E-mail: gersonavillez46@hotmail.com
Site: gersonavillez.jimdo.com





Jogo da Dominação

Leia a segunda parte aqui: https://bit.ly/2HCIVrW

Duas horas após, a aeronave pousou e de lá mais uma viagem fora feita até o ponto designado nas pistas deixadas pelo homem desaparecido. O silêncio os acompanhavam ao lado da expectativa crescente na medida em que se aproximavam do destino final. Tão logo ao atingirem vislumbraram um lugar não menos silencioso e permeado por um cortante vento frio. Desolado e vazio parecia ser anunciado pela morte funesta. Caminharam por dentre restos de árvores, madeiras e pedras até que sob uma pedra grande era desvelado uma entrada como quase caverna. Talvez fosse o que predizia o suspeito ao relacionar sua busca a caverna de Platão, mas onde provavelmente estariam suas respostas.

Nakamura e Norbet sacaram suas armas de projéteis adaptáveis e olharam-se em silêncio ao confirmar a localização no GPS, estaria eles igualmente sendo manipulados como os jogadores do infame game?

Ao adentrarem o interior destoava do exterior remetendo a um lugar não menos arejado e iluminado com a brancura semelhante à da prisão tecnológica. Caminharam eles lentamente sem quaisquer obstáculos, mesmo que percebendo estarem sendo monitorados de modo que a inteligência artificial sabia da presença deles, mas por qual motivo então não reagiu? Repentinamente algo irrompeu o silêncio sepulcral e proferiu numa voz humanoide a seguinte frase: Welcome to the Hidden Place.

Aquilo aparentemente era como um bônus prêmio aos jogadores, pessoas que como eles pareciam ser estavam sendo guiados pelo extenso corredor até que a seu fim fintaram um corpo caído no chão. Aproximaram com temor do corpo e ao observar descobriram se tratar do corpo do suspeito que aparentemente havia se matado com um tiro na cabeça diante de uma tela que havia também tomado tiros, mas ainda que piscando exibia na tela a mensagem: Congratulations, winner!

Páginas: 1 2 3 4

Gerson Machado De Avillez
Jogo da Dominação

Leia a segunda parte aqui: https://bit.ly/2HCIVrW

Duas horas após, a aeronave pousou e de lá mais uma viagem fora feita até o ponto designado nas pistas deixadas pelo homem desaparecido. O silêncio os acompanhavam ao lado da expectativa crescente na medida em que se aproximavam do destino final. Tão logo ao atingirem vislumbraram um lugar não menos silencioso e permeado por um cortante vento frio. Desolado e vazio parecia ser anunciado pela morte funesta. Caminharam por dentre restos de árvores, madeiras e pedras até que sob uma pedra grande era desvelado uma entrada como quase caverna. Talvez fosse o que predizia o suspeito ao relacionar sua busca a caverna de Platão, mas onde provavelmente estariam suas respostas.

Nakamura e Norbet sacaram suas armas de projéteis adaptáveis e olharam-se em silêncio ao confirmar a localização no GPS, estaria eles igualmente sendo manipulados como os jogadores do infame game?

Ao adentrarem o interior destoava do exterior remetendo a um lugar não menos arejado e iluminado com a brancura semelhante à da prisão tecnológica. Caminharam eles lentamente sem quaisquer obstáculos, mesmo que percebendo estarem sendo monitorados de modo que a inteligência artificial sabia da presença deles, mas por qual motivo então não reagiu? Repentinamente algo irrompeu o silêncio sepulcral e proferiu numa voz humanoide a seguinte frase: Welcome to the Hidden Place.

Aquilo aparentemente era como um bônus prêmio aos jogadores, pessoas que como eles pareciam ser estavam sendo guiados pelo extenso corredor até que a seu fim fintaram um corpo caído no chão. Aproximaram com temor do corpo e ao observar descobriram se tratar do corpo do suspeito que aparentemente havia se matado com um tiro na cabeça diante de uma tela que havia também tomado tiros, mas ainda que piscando exibia na tela a mensagem: Congratulations, winner!

Páginas: 1 2 3 4