Spatium Timore - Gerson Machado De Avillez
Gerson Machado De Avillez
Fotógrafo, autor nas horas vagas, teólogo, filósofo e pedagogo por formação. Portador da Síndrome de Aspeger com superdotação (Qi 163), trabalhou em eventos culturais nas Lonas Culturais no Rio (2002) onde produziu e fotografou, com fotos publicadas em jornais cariocas. Posteriormente trabalhou na Globo como fiscal de figuração pela agência MMCDI na novela Avenida Brasil (2012). Membro votante do Plano Estadual do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas do Rio de Janeiro, membro número 1017 do CLFC (Clube de Leitores de Ficção Científica), UBE (União Brasileira de Escritores) e da Sal (Sociedade de Artes de São Gonçalo), escreveu artigos para a Revista Somnium, teve contos selecionados e publicados na Revista Litera, site Maldohorror, Arte do Terror, Mirage, Primeiro Capítulo, Conexão Literatura, Creepypasta Brasil assim como autor da semana com artigos de destaque na Obvious Mag. Finalista de diversos concursos literários, tendo os contos 'O Poço' (2017) e 'Inominável do Além' (2018) selecionado como um dos melhores de seus respectivos anos pela revisa Litera Livre. Tem 25 livros escritos e dois publicados, 'Adormecidos' (2011 - Ryoki Produções) e 'Síndrome Celestial' (2013 - Ed. Multifoco).

E-mail: gersonavillez46@hotmail.com
Site: gersonavillez.jimdo.com





Spatium Timore

Joseph Richard adentrou o lugar enquanto suas qualificações eram verificadas por dois homens sentados numa mesa comum. Sua especialidade era espionagem industrial, um trabalho virtualmente invisível por implicações éticas, mas eventualmente contratado por empresas interessadas em espionar concorrentes especialmente do ramo tecnológico. Joseph sabia que se fosse pego estaria por sua própria conta e risco pois seu trabalho apesar de bem remunerado não tinha possível reconhecimento por razões óbvias.

            De terno bem alinhado, Joseph sentou-se à mesa com outros dois homens que defendiam os interesses da empresa TecIn, especializada em nanotecnologia e miniaturização de componentes de informática. O fato é que rumores apontavam para que a empresa concorrente, a Nano Industries havia conseguido de alguma forma quebrar o limite de miniaturização imposta pelo tunelamento que inviabilizava microchips de uma prática funcional. Os representantes da TecIn queriam saber como aqueles cientistas rivais conseguiram isso.

            — Sr.Richard, por favor sente-se. — Comentou um dos homens que não se apresentavam por questão de segurança.

            Joseph Richard prontamente sentou-se e os fitou diretamente nos olhos de modo frio, mas profundo.

            — O senhor tem ótimas credenciais para o que almejamos, creio que esteja a par das particularidades da missão, assim como esperamos que o brienfing enviado tenha sido destruído após a leitura.

            — Sim, senhor. — Respondeu Richard.

            — Pois bem, aceitando essa missão o senhor terá credenciais para adentrar as instalações da Nano Industries na condição de analista de sistemas. Obviamente as credenciais oferecem acesso limitado às instalações, de modo que tornará preciso utilizar suas habilidades e filar um dos cartões de acesso restrito de um dos cientistas que lá estarão na hora e lugar que fora passado. — Comentou quando parou e olhou para o companheiro, que prosseguiu.

            — O senhor terá suporte de um hacker para validar as credenciais de acordo com suas características físicas. No entanto, terá um tempo limitado para efetuar a manobra. Essa micro-camera na caneta lhe dará suporte para filmagens e fotografia do interior do laboratório onde o experimento ultrassecreto está sendo praticado.

            — Quanto tempo terei?

            — Acredito que 15 minutos dentro das instalações privadas da Nano Industries. Parte de seu pagamento será efetuado agora caso aceite a missão e os outros 2/3 após completar sua missão, caso obtenha êxito. Sua parte imediata é de 800.000 dólares.

Páginas: 1 2 3 4

Gerson Machado De Avillez
Spatium Timore

Joseph Richard adentrou o lugar enquanto suas qualificações eram verificadas por dois homens sentados numa mesa comum. Sua especialidade era espionagem industrial, um trabalho virtualmente invisível por implicações éticas, mas eventualmente contratado por empresas interessadas em espionar concorrentes especialmente do ramo tecnológico. Joseph sabia que se fosse pego estaria por sua própria conta e risco pois seu trabalho apesar de bem remunerado não tinha possível reconhecimento por razões óbvias.

            De terno bem alinhado, Joseph sentou-se à mesa com outros dois homens que defendiam os interesses da empresa TecIn, especializada em nanotecnologia e miniaturização de componentes de informática. O fato é que rumores apontavam para que a empresa concorrente, a Nano Industries havia conseguido de alguma forma quebrar o limite de miniaturização imposta pelo tunelamento que inviabilizava microchips de uma prática funcional. Os representantes da TecIn queriam saber como aqueles cientistas rivais conseguiram isso.

            — Sr.Richard, por favor sente-se. — Comentou um dos homens que não se apresentavam por questão de segurança.

            Joseph Richard prontamente sentou-se e os fitou diretamente nos olhos de modo frio, mas profundo.

            — O senhor tem ótimas credenciais para o que almejamos, creio que esteja a par das particularidades da missão, assim como esperamos que o brienfing enviado tenha sido destruído após a leitura.

            — Sim, senhor. — Respondeu Richard.

            — Pois bem, aceitando essa missão o senhor terá credenciais para adentrar as instalações da Nano Industries na condição de analista de sistemas. Obviamente as credenciais oferecem acesso limitado às instalações, de modo que tornará preciso utilizar suas habilidades e filar um dos cartões de acesso restrito de um dos cientistas que lá estarão na hora e lugar que fora passado. — Comentou quando parou e olhou para o companheiro, que prosseguiu.

            — O senhor terá suporte de um hacker para validar as credenciais de acordo com suas características físicas. No entanto, terá um tempo limitado para efetuar a manobra. Essa micro-camera na caneta lhe dará suporte para filmagens e fotografia do interior do laboratório onde o experimento ultrassecreto está sendo praticado.

            — Quanto tempo terei?

            — Acredito que 15 minutos dentro das instalações privadas da Nano Industries. Parte de seu pagamento será efetuado agora caso aceite a missão e os outros 2/3 após completar sua missão, caso obtenha êxito. Sua parte imediata é de 800.000 dólares.

Páginas: 1 2 3 4