Abre los ojos - Golden Barbie
Golden Barbie
Louca, maluca, insana e perturbada. Sem nenhum pingo de lucidez.
Um labirinto sem fim...
Um enigma onde muitos insistem em querer desvendar...
Vivendo a complexidade dos meus dias onde, embriago-me para viver e sobreviver em guerra constante entre a realidade e a fantasia.
Devorando os lobos que surgem em minha caminhada.
Mantendo-me sempre uma alfa.
Escrevo para aliviar os agonizantes gritos das vozes que moram em minha cabeça, o universo e suas frustrações "cagadas" me inspiram a rabiscar folhas e mais folhas de papel.
Mantenha-se longe! "Ou arrancarei suas tripas e as cozinharei". 





Abre los ojos

Coração acelerado…
Rosto pingando de suor
O vento grita pancadas em minha janela
Sei que não estou só…

Um corredor
 O portal… 
O medo, o vazio existencial 

Barulhos no teto
Respiração ofegante 
Uma casa velha emana tristeza.

Olhos vermelhos…
Ele tem sangue nas mãos…
Um canto de pavor 
Sussurra o meu nome

Ao cair da noite 
O tormento me consome…

Golden Barbie
Abre los ojos

Coração acelerado…
Rosto pingando de suor
O vento grita pancadas em minha janela
Sei que não estou só…

Um corredor
 O portal… 
O medo, o vazio existencial 

Barulhos no teto
Respiração ofegante 
Uma casa velha emana tristeza.

Olhos vermelhos…
Ele tem sangue nas mãos…
Um canto de pavor 
Sussurra o meu nome

Ao cair da noite 
O tormento me consome…