A Escuridão Virá como Garras - Glau Kemp, Henrique de Micco
Henrique de Micco
Henrique de Micco nasceu na cidade de São Paulo, no ano de 1992, e descobriu ainda na infância a paixão pela literatura. Atualmente, aguarda o lançamento de seu primeiro romance, previsto para agosto / 2017. O livro, de título “O Último Ceifador: Elo Dimensional”, é o primeiro volume de uma tetralogia fantástica. O autor criou um gosto especial também pela escrita de contos, tendo sido selecionado para compor sua primeira antologia no ano de 2017.





A Escuridão Virá como Garras

        — Nada… só ouvi gritos. Pedidos de ajuda… mas tudo muito longe.

        — Nem fodendo! Me dá isso aqui.

        Leonardo tomou de sua mão o aparelho, levando-o ao ouvido.

        — Não ouço nada. Tá de sacanagem? Se isso foi invenção sua e do…

        Um movimento brusco vindo da coisa interrompeu o sermão. Agora, não mais vários membros, mas um único, formado por diversos braços de tamanhos diferentes costurados uns aos outros, emergia agitando-se no ar. A luz vermelha tratava de dar à cena o devido ar infernal.

        O celular despencou da mão trêmula. Os três pares de olhos dentro da van quase estalavam, arregalados. Uma chuva fina começava a cair. Corações acelerados, gargantas secas. Um berro agora ecoava perdendo-se em todas as direções, vindo do céu negro.

        “Devolvam-nos a luz!”

        “Devolvam-nos a luz!”

        “Devolvam-nos a luz!”

        “Devolvam-nos a luz!”

        As vozes suplicantes trespassavam seus ouvidos como lâminas afiadas. Dezenas, talvez centenas de vultos escuros cercavam o veículo, cada vez mais próximos.

        BUM!

        O baque sobre o capô.

        Algo, ou alguém, caíra sobre a van. O para-brisa, agora trincado, exibia o rastro de sangue deixado pelo corpo inerte que deslizara até o chão. Em seguida, a frente do veículo fora novamente atingida, desta vez pelo celular de Júlio, atirado do interior da coisa parada diante deles.

        Os três se aproximaram, se encolheram e se abraçaram. Tentavam distanciar-se o máximo possível das janelas.

        — Era… era o papai… eu tenho certe… m…meu Deusss… — Isadora mal conseguia formular a frase, entrecortada pelo bater de dentes intenso.

        Ela tremia. Os três tremiam.

Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

Henrique de Micco
A Escuridão Virá como Garras

        — Nada… só ouvi gritos. Pedidos de ajuda… mas tudo muito longe.

        — Nem fodendo! Me dá isso aqui.

        Leonardo tomou de sua mão o aparelho, levando-o ao ouvido.

        — Não ouço nada. Tá de sacanagem? Se isso foi invenção sua e do…

        Um movimento brusco vindo da coisa interrompeu o sermão. Agora, não mais vários membros, mas um único, formado por diversos braços de tamanhos diferentes costurados uns aos outros, emergia agitando-se no ar. A luz vermelha tratava de dar à cena o devido ar infernal.

        O celular despencou da mão trêmula. Os três pares de olhos dentro da van quase estalavam, arregalados. Uma chuva fina começava a cair. Corações acelerados, gargantas secas. Um berro agora ecoava perdendo-se em todas as direções, vindo do céu negro.

        “Devolvam-nos a luz!”

        “Devolvam-nos a luz!”

        “Devolvam-nos a luz!”

        “Devolvam-nos a luz!”

        As vozes suplicantes trespassavam seus ouvidos como lâminas afiadas. Dezenas, talvez centenas de vultos escuros cercavam o veículo, cada vez mais próximos.

        BUM!

        O baque sobre o capô.

        Algo, ou alguém, caíra sobre a van. O para-brisa, agora trincado, exibia o rastro de sangue deixado pelo corpo inerte que deslizara até o chão. Em seguida, a frente do veículo fora novamente atingida, desta vez pelo celular de Júlio, atirado do interior da coisa parada diante deles.

        Os três se aproximaram, se encolheram e se abraçaram. Tentavam distanciar-se o máximo possível das janelas.

        — Era… era o papai… eu tenho certe… m…meu Deusss… — Isadora mal conseguia formular a frase, entrecortada pelo bater de dentes intenso.

        Ela tremia. Os três tremiam.

Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10