Maldohorror - Coletivo de escritores fantásticos e malditos.
Hügo Mendigo
Em 1984, ao pseudo fim da ditadura no Brasil, na cidadezinha rural de Gravataí nascia mais um Mendigo, o Hügo. Parece um clichê dizer "escrever para não enlouquecer" mas foi sim sua psicóloga que recomendou os registros turvos de sua vida. Visões urbanas e alcoolizadas, mulheres e teorias da conspiração povoam esses manuscritos virtuais, sempre assinados como Nadal Goulart. Metalúrgico, pai e um monte de outras coisas que não precisam ser ditas por que ninguem perguntou.





Nostalgia

Vir buscar ela na rodoviária
Chegar cedo e ficar esperando
Ter sono por nem dormir de ansiedade
As pessoas caminham devagar se iluminadas
Sentar, mesmo sem planejar, de frente ao box 5
Ver, por acaso, o antigo ônibus q ela pegava chegar primeiro
Sentir, mesmo sem querer, o frio na barriga esperando q ela desça logo do ônibus q ela nem está dentro
Sentir tudo de novo
Mesmo sabendo q está errado

Hügo Mendigo
Nostalgia

Vir buscar ela na rodoviária
Chegar cedo e ficar esperando
Ter sono por nem dormir de ansiedade
As pessoas caminham devagar se iluminadas
Sentar, mesmo sem planejar, de frente ao box 5
Ver, por acaso, o antigo ônibus q ela pegava chegar primeiro
Sentir, mesmo sem querer, o frio na barriga esperando q ela desça logo do ônibus q ela nem está dentro
Sentir tudo de novo
Mesmo sabendo q está errado