Maldohorror - Coletivo de escritores fantásticos e malditos.
Hügo Mendigo
Em 1984, ao pseudo fim da ditadura no Brasil, na cidadezinha rural de Gravataí nascia mais um Mendigo, o Hügo. Parece um clichê dizer "escrever para não enlouquecer" mas foi sim sua psicóloga que recomendou os registros turvos de sua vida. Visões urbanas e alcoolizadas, mulheres e teorias da conspiração povoam esses manuscritos virtuais, sempre assinados como Nadal Goulart. Metalúrgico, pai e um monte de outras coisas que não precisam ser ditas por que ninguem perguntou.





Tiozão

Uma quarta qualquer
Estou exausto do serviço
Demais mesmo
Quando se trabalha em uma metalúrgica por 9 hora a 90 decibéis
Por mais fisicamente tranquilo que seja seu cérebro cansa do barulho
Fui buscar um lanche e uma latas de cerveja bem geladas perto da parada do ônibus que eu desço
Quando eu pego ônibus e não a linda bicicleta que me move mais rápido e mais prazerosamente que um maldito bus
Fui peguei tudo
Aguardei o lanche ficar pronto pra comer em casa vendo minhas séries “preferidas” na tv tão suadamente paga
Estou sentado sozinho absorvendo as conversas ao redor
Um casal e sua filha capeta, nada dizem
Outro casal, 30 – 40 anos, apenas bebem
Um casal
Estavam bebendo e conversando empolgados
Ouvi a frase dele:
– ” Tem que começar a atirar e matar os mais fracos; garanto que não morro no primeiro lote…”
Observei o casal
Ela; cabelos bem grisalhos, um corte bem curto e moderno pra uma mulher em 2017 com aparentes 40 e alguns anos
2018
O ano novo foi a poucos dias
Ele; cabelos muito grisalhos, calvo e cortado bem curto, menos que militar
Ambos tinham algumas tatuagens e um corpo de 50 anos de academia
Ela estava de costas pra mim
Observei ele
Bíceps fabricados em academias
Ombros e pulsos fracos
Pernas frágeis e cansadas
Pança de quem bebe bastante toda semana

Páginas: 1 2 3 4

Hügo Mendigo
Tiozão

Uma quarta qualquer
Estou exausto do serviço
Demais mesmo
Quando se trabalha em uma metalúrgica por 9 hora a 90 decibéis
Por mais fisicamente tranquilo que seja seu cérebro cansa do barulho
Fui buscar um lanche e uma latas de cerveja bem geladas perto da parada do ônibus que eu desço
Quando eu pego ônibus e não a linda bicicleta que me move mais rápido e mais prazerosamente que um maldito bus
Fui peguei tudo
Aguardei o lanche ficar pronto pra comer em casa vendo minhas séries “preferidas” na tv tão suadamente paga
Estou sentado sozinho absorvendo as conversas ao redor
Um casal e sua filha capeta, nada dizem
Outro casal, 30 – 40 anos, apenas bebem
Um casal
Estavam bebendo e conversando empolgados
Ouvi a frase dele:
– ” Tem que começar a atirar e matar os mais fracos; garanto que não morro no primeiro lote…”
Observei o casal
Ela; cabelos bem grisalhos, um corte bem curto e moderno pra uma mulher em 2017 com aparentes 40 e alguns anos
2018
O ano novo foi a poucos dias
Ele; cabelos muito grisalhos, calvo e cortado bem curto, menos que militar
Ambos tinham algumas tatuagens e um corpo de 50 anos de academia
Ela estava de costas pra mim
Observei ele
Bíceps fabricados em academias
Ombros e pulsos fracos
Pernas frágeis e cansadas
Pança de quem bebe bastante toda semana

Páginas: 1 2 3 4