Operação Solaris - parte 3 - J. L. Silva
J. L. Silva
J. L. Silva nasceu em 6 de março de 1990, é natural de São Paulo, capital, porém, reside atualmente na cidade de Sorocaba. É professor de português,jornalista, dramaturgo, roteirista e empresário, proprietário de uma empresa cultural, pela qual ministra oficinas e palestras sobre análise e criação literária. Intitula-se amante das Letras e da literatura brasileira clássica, porém, sempre fora apaixonado pela literatura fantástica e as histórias de terror. Acredita que não se deve haver distinções aos gêneros literários, por isso, procura escrever todos os tipos de textos, inclusive considera-se um poeta de nascença.
Ganhou alguns concursos literários, em prosa e poesia, e participou de algumas antologias de literatura fantástica. Desde os 8 anos queria ser escritor, arriscava-se a escrever histórias e poemas infantis, porém, somente em 2016 estreou na literatura nacional.
Autor dos livros: Velhos Suicidas (Editora Penalux, poemas, 2016), Da Infância à Inconstância (Amazon, poemas, 2016), A Bruxa de Itaquera (Editora Multifoco, contos, 2016) e Lira dos Vinte e Poucos Anos (Amazon, poemas, 2017).
E-mail: jlennonsmith@hotmail.com
Facebook: facebook.com/j.lennonsmith






Operação Solaris – parte 3

O projeto Solaris não é somente a base que está localizada no espaço, é uma arma feita com um conjunto de cristais unidos por fibra ótica que melhora a eficiência do recolhimento dos feixes de luz, que sem oscilação, captura e reflete para qualquer lugar do planeta Terra a luz solar concentrada. O ponto de colisão do laser, é totalmente devastado e carbonizado, o calor do raio laser pode atingir até a metade da temperatura da superfície do sol. A arma mais letal já criada no mundo inteiro, pior até mesmo do que a bomba atômica, fora uma ideia de Júlio, agora a culpa consumia-o de tal forma que nunca poderia se perdoar, não pretendia deixar que outra pessoa a usasse.

Escutou o barulho de dois tiros vindos do corredor. É agora, é meu fim. Pensou que fosse alguém que fora enviado para matá-lo. Ela finalmente descobriu tudo, mas quando a porta se abriu pela segunda vez naquele dia, nunca se sentiu tão feliz ao ver aquele rosto feminino.

Continua…

Páginas: 1 2 3 4 5 6

J. L. Silva
Operação Solaris – parte 3

O projeto Solaris não é somente a base que está localizada no espaço, é uma arma feita com um conjunto de cristais unidos por fibra ótica que melhora a eficiência do recolhimento dos feixes de luz, que sem oscilação, captura e reflete para qualquer lugar do planeta Terra a luz solar concentrada. O ponto de colisão do laser, é totalmente devastado e carbonizado, o calor do raio laser pode atingir até a metade da temperatura da superfície do sol. A arma mais letal já criada no mundo inteiro, pior até mesmo do que a bomba atômica, fora uma ideia de Júlio, agora a culpa consumia-o de tal forma que nunca poderia se perdoar, não pretendia deixar que outra pessoa a usasse.

Escutou o barulho de dois tiros vindos do corredor. É agora, é meu fim. Pensou que fosse alguém que fora enviado para matá-lo. Ela finalmente descobriu tudo, mas quando a porta se abriu pela segunda vez naquele dia, nunca se sentiu tão feliz ao ver aquele rosto feminino.

Continua…

Páginas: 1 2 3 4 5 6