Inferno Cósmico - Marcão
Marcão
Desde o colégio, sempre fui apaixonado pela leitura. Ganhei vários campeonatos de leitura, mas só foi a partir de 2010 que comecei a devorar livros de fantasia. Em 2014, comecei a escrever meu primeiro livro, que intitulei como O Príncipe, o qual relata uma trama sobre o filho da Bela Adormecida. Tenho alguns trabalhos no Wattpad e entrevistas para blogs. Possuo uma poesia numa coletânea da Editora Chiado. Em breve, sairá segunda edição do meu livro, que está em análise pela Editora Livros Prontos, além da seqüência, O Príncipe, o Deus Falso e o Espectro do Espelho.





Inferno Cósmico

Alguma coisa tinha sido enviada na mente de todas as pessoas. Quando fui para o almoço com Helena notava a expressão de medo no rosto delas. Todos estavam pálidos e os sorrisos de alguns conversando eram forçados. Estavam tentando controlar a inquietação. Pregadores estavam nas ruas e nunca antes se tinha visto tantos ouvindo atentamente os religiosos que, com certeza, nem sabiam mais no que acreditar. Nem eu, Helena ou qualquer uma dessas pessoas saberia por quanto tempo duraria esse ar opressor e inquietante. Enquanto trabalhava, ou tentava, veio em minha mente estas palavras de William Shakespeare: “Há mais mistérios entre o céu e a terra do que a vã filosofia dos homens possa imaginar”.

 

Páginas: 1 2 3 4

Marcão
Inferno Cósmico

Alguma coisa tinha sido enviada na mente de todas as pessoas. Quando fui para o almoço com Helena notava a expressão de medo no rosto delas. Todos estavam pálidos e os sorrisos de alguns conversando eram forçados. Estavam tentando controlar a inquietação. Pregadores estavam nas ruas e nunca antes se tinha visto tantos ouvindo atentamente os religiosos que, com certeza, nem sabiam mais no que acreditar. Nem eu, Helena ou qualquer uma dessas pessoas saberia por quanto tempo duraria esse ar opressor e inquietante. Enquanto trabalhava, ou tentava, veio em minha mente estas palavras de William Shakespeare: “Há mais mistérios entre o céu e a terra do que a vã filosofia dos homens possa imaginar”.

 

Páginas: 1 2 3 4