A Dama de branco - Rodrigo A. Leonardi
Rodrigo A. Leonardi
Rodrigo A. Leonardi, fanático por literatura maldita e contos góticos. Desenhista técnico, cinéfilo. Como Músico ja fui baixista/vocalista e principal compositor da banda death grind Abuso Verbal. Colecionador de tudo que é interessante. Comecei a pegar gosto em escrever, quando li "O Capitão saiu para o almoço e os marinheiros tomaram conta do navio", de Bukowski, em um sórdido verão de 2011. Tenho um canal no YT, onde faço entrevistas com bandas autorais e começaremos em breve a fazer documentários sobre diversos temas, sempre voltado a música pesada e a cultura alternativa.






A Dama de branco

Tento me levantar, mas não consigo. Estou gélido agora.

A única coisa em que consigo mexer são meus olhos, que a essa altura procura algo, minha alma. Parece que ela voltou a mim.

O batimento desacelera, as coisas começam a se acalmar. Minha respiração está lenta, fraca.

Entro em outro transe e consigo enxergar minha grande musa e meu maior amor. A Dama de branco.

Ela veio. Finalmente veio…

Meus olhos fixam para o nada. O olhar agora está gélido, sinto o gosto amargo novamente.

Minha alma se despede de mim. Junto com o meu amor…

Páginas: 1 2 3

Rodrigo A. Leonardi
A Dama de branco

Tento me levantar, mas não consigo. Estou gélido agora.

A única coisa em que consigo mexer são meus olhos, que a essa altura procura algo, minha alma. Parece que ela voltou a mim.

O batimento desacelera, as coisas começam a se acalmar. Minha respiração está lenta, fraca.

Entro em outro transe e consigo enxergar minha grande musa e meu maior amor. A Dama de branco.

Ela veio. Finalmente veio…

Meus olhos fixam para o nada. O olhar agora está gélido, sinto o gosto amargo novamente.

Minha alma se despede de mim. Junto com o meu amor…

Páginas: 1 2 3