Maldohorror - Coletivo de escritores fantásticos e malditos.
Venosa Rodrigues
Venosa Rodrigues - Nascido no interior de lugar nenhum. Poeta maldito, contista miserável, dramaturgo fracassado. Morro por tudo e vivo por nada. Gerado dos excrementos de Byron, Rimbaud, Baudelaire, Bukowski, Augusto dos Anjos, e Marquês de Sade. Meus escritos são reflexo de uma mente desvairada e merencória.





Elegia ao mundo moderno

IV

Esta noite vi em meus sonhos um deserto de corpos.

Fui engolido por eles até o ventre do mundo e me encontrei.

Caí nas estrelas, vi a verdade e ela se chamava Ilusão,

E me disse o que não pode ser dito, o que não pode ser ouvido,

Mas o que pode ser sentido…

… E senti dor.

 

Páginas: 1 2 3

Venosa Rodrigues
Elegia ao mundo moderno

IV

Esta noite vi em meus sonhos um deserto de corpos.

Fui engolido por eles até o ventre do mundo e me encontrei.

Caí nas estrelas, vi a verdade e ela se chamava Ilusão,

E me disse o que não pode ser dito, o que não pode ser ouvido,

Mas o que pode ser sentido…

… E senti dor.

 

Páginas: 1 2 3