Viajando pelo profundo eu - Venosa Rodrigues
Venosa Rodrigues
Venosa Rodrigues - Nascido no interior de lugar nenhum. Poeta maldito, contista miserável, dramaturgo fracassado. Morro por tudo e vivo por nada. Gerado dos excrementos de Byron, Rimbaud, Baudelaire, Bukowski, Augusto dos Anjos, e Marquês de Sade. Meus escritos são reflexo de uma mente desvairada e merencória.





Viajando pelo profundo eu

Os cabelos
Do meu
Ânus
Engolem você
Para dentro
De minhas
Cavidades
Tu viras
Um só
Com meus
Excrementos
Atravessando meu
Estômago e
Nadando em
Meu ácido
Gástrico
Beije meu
Colo
Uterino
E saia
Pela minha
Uretra
Depois de
Deliciar-se do
Meu eu
Interno
Hermafrodita.

 

 

Venosa Rodrigues
Viajando pelo profundo eu

Os cabelos
Do meu
Ânus
Engolem você
Para dentro
De minhas
Cavidades
Tu viras
Um só
Com meus
Excrementos
Atravessando meu
Estômago e
Nadando em
Meu ácido
Gástrico
Beije meu
Colo
Uterino
E saia
Pela minha
Uretra
Depois de
Deliciar-se do
Meu eu
Interno
Hermafrodita.