Maldohorror - Coletivo de escritores fantásticos e malditos.
Wender Lucas Fernandes
Alcoólatra, drogado e totalmente insano, moro na infernal cidade de Palmeira Índios- AL, escrevo a pouco mais de 3 anos, sempre seguindo esse mesmo contexto, minhas inspirações vem de Bukowski, Augusto dos Anjos, Thoreau, satanás e Jesus Cristo, tento soltar uns berros numa banda de vagabundos possuidos querendo ser punks e nas horas vagas trabalho no RH de uma Prefeitura, quandonão estou possuido por demonios mundanos, tento escrever umas podreiras em um pedaço de papel.





Paixão Funesta

E teus olhos me olham, o sangue estremece
As vísceras dão nó, o coração padece
O tempo passa, a vontade rasga
E você vai embora levando minha alma.

Levas embora a alma minha, mas volta
Volta e trás de volta os momentos, as risadas, os beijos
Traz junto os desejos carnais e se entrega com vontade
Alivia tua alma e mata minha sede.

Fique, durma, more, viva. Só não se vá
Não deixa o vazio voltar, pois com ele vem a dor
A dor que me ataca com um golpe de sorte
E com maestria me joga nos braços da morte.

 

Wender Lucas Fernandes
Paixão Funesta

E teus olhos me olham, o sangue estremece
As vísceras dão nó, o coração padece
O tempo passa, a vontade rasga
E você vai embora levando minha alma.

Levas embora a alma minha, mas volta
Volta e trás de volta os momentos, as risadas, os beijos
Traz junto os desejos carnais e se entrega com vontade
Alivia tua alma e mata minha sede.

Fique, durma, more, viva. Só não se vá
Não deixa o vazio voltar, pois com ele vem a dor
A dor que me ataca com um golpe de sorte
E com maestria me joga nos braços da morte.