Testemunho Sagrado - Wender Lucas Fernandes
Wender Lucas Fernandes
Humano podre, escritor maldito e alcoólatra degenerado. Moro na infernal cidade de Palmeira dos Índios- AL, escrevo desde 2014, meus companheiros de porre são Augusto dos Anjos (que me ensinou a necessidade inevitável que o homem tem de ser fera, diante dessa sociedade doentia e acabada) Charles Bukowski (Que me ensinou que o pior problema que um homem pode ter, é estar sóbrio) e Thoreau (Que me ensinou a desconfiar de qualquer atividade que requeira roupa nova). Casado com a insanidade, amante da tosqueira e inimigo da sociedade,tento passar alguns pensamentos aleatórios para um pedaço de papel.





Testemunho Sagrado

Quando acorda, Ana está numa sala escura, amarrada numa maca e com medo. Velas se acendem e logo ela vê Marcelo ao seu lado, junto com o padre satanista e umas pessoas usando capa preta nos cantos da sala.

– Estamos aqui para celebrarmos o nascimento do filho do mal!- Diz o líder.

Ana encara Marcelo, ainda desnorteada pelo efeito da droga que havia inalado.

– O que você fez comigo?

– Lhe darei paz eterna!- Respondeu Marcelo.

Uma dor insuportável a atravessa e logo seu estômago se contorce, um grito ensurdecedor sai da garganta de Ana que logo depois começa a sangrar pelos olhos e gritar de dor e agonia.

– Levanta-te ó criatura!- Todos gritam isso repetidamente.

– Levanta-te ó criatura!

Ela vomita uma gosma preta que logo ganha forma de uma pequena criatura e rapidamente todos na sala a envolvem e se inicia um ritual de boas vindas, onde a criatura vai passando de mão em mão até retornar para Ana. Um pouco inconsciente, não consegue ver nada lógico no ambiente, além daquela criatura demoníaca em seus braços e desmaia.

No dia seguinte Ana é encontrada por seus pais, no chão de seu quarto tendo convulsões e repetindo palavras aleatórias sem parar. É levada ao médico e dopada com diversos calmantes, isso se torna frequente e não demora muito para sua família decidir interná-la.

Mauro, o líder expulso, foi assassinado brutalmente numa sexta feira em frente ao cemitério local. Encontraram sua cabeça pendurada em cima do portão, suas mãos arrancadas estavam pregadas no crucifixo de um dos túmulos e seu corpo jogado no chão formava um “crucifixo invertido”.

Anos passaram e Ana vive internada até os dias atuais numa clínica psiquiátrica, tendo crises e alucinações semanalmente e nenhum médico sabe dizer qual é o seu problema. Marcelo entrou para o seminário e deu continuidade a seita nas igrejas de sua cidade. A criatura cresceu e hoje presta serviços de coroinha em uma igreja qualquer.   

 

 

 

 

 

 

Páginas: 1 2 3 4

Wender Lucas Fernandes
Testemunho Sagrado

Quando acorda, Ana está numa sala escura, amarrada numa maca e com medo. Velas se acendem e logo ela vê Marcelo ao seu lado, junto com o padre satanista e umas pessoas usando capa preta nos cantos da sala.

– Estamos aqui para celebrarmos o nascimento do filho do mal!- Diz o líder.

Ana encara Marcelo, ainda desnorteada pelo efeito da droga que havia inalado.

– O que você fez comigo?

– Lhe darei paz eterna!- Respondeu Marcelo.

Uma dor insuportável a atravessa e logo seu estômago se contorce, um grito ensurdecedor sai da garganta de Ana que logo depois começa a sangrar pelos olhos e gritar de dor e agonia.

– Levanta-te ó criatura!- Todos gritam isso repetidamente.

– Levanta-te ó criatura!

Ela vomita uma gosma preta que logo ganha forma de uma pequena criatura e rapidamente todos na sala a envolvem e se inicia um ritual de boas vindas, onde a criatura vai passando de mão em mão até retornar para Ana. Um pouco inconsciente, não consegue ver nada lógico no ambiente, além daquela criatura demoníaca em seus braços e desmaia.

No dia seguinte Ana é encontrada por seus pais, no chão de seu quarto tendo convulsões e repetindo palavras aleatórias sem parar. É levada ao médico e dopada com diversos calmantes, isso se torna frequente e não demora muito para sua família decidir interná-la.

Mauro, o líder expulso, foi assassinado brutalmente numa sexta feira em frente ao cemitério local. Encontraram sua cabeça pendurada em cima do portão, suas mãos arrancadas estavam pregadas no crucifixo de um dos túmulos e seu corpo jogado no chão formava um “crucifixo invertido”.

Anos passaram e Ana vive internada até os dias atuais numa clínica psiquiátrica, tendo crises e alucinações semanalmente e nenhum médico sabe dizer qual é o seu problema. Marcelo entrou para o seminário e deu continuidade a seita nas igrejas de sua cidade. A criatura cresceu e hoje presta serviços de coroinha em uma igreja qualquer.   

 

 

 

 

 

 

Páginas: 1 2 3 4