Maldohorror - Coletivo de escritores fantásticos e malditos.
Adriano Besen
Adriano Besen
Natural de Florianópolis (Santa Catarina)
Autor do livro infantil: A história de uma galinha
Foi colunista do jornal O Tropeiro
Publicado em Antologias, revistas, jornais, blogs e sites.
Escritor e Músico.
Pesquisador e Aventureiro.
Contador de histórias.
Apaixonado por livros.

Facebook: https://www.facebook.com/adriano.besen.7
Instagram: @adrianobesen






O LIVRO DAS SOMBRAS

Ricardo e Alex eram dois amigos nascidos e criados no mesmo bairro. Eles eram melhores amigos. Ambos largaram os estudos ainda jovens e começaram a trabalhar no ramo da jardinagem, construção civil e obras em geral. Os dois amigos tinham pouco estudo, mas eram acostumados a trabalhar duro todos os dias. Já faziam isso junto há muitos anos. Certo dia, a dupla foi contratada para fazer mais um serviço; até então, considerado um trabalho “fácil” por eles. Tinham que demolir uma velha casa. Calcularam que o trabalho levaria uns três dias.

Era uma casa antiga, construída em madeira que já estava apodrecida; sendo assim, ficaria mais fácil pôr tudo abaixo. No primeiro dia, Ricardo e Alex começaram desfazendo o telhado e empilhando as telhas. No segundo dia, arrancaram as tábuas das paredes e amontoaram nos fundos do terreno. No terceiro dia, trabalharam no desmanche do assoalho. O trabalho corria bem até que, debaixo de uma das últimas tábuas do assoalho, encontraram um objeto embrulhado em um tecido velho.

Ao remover o tecido empoeirado, os dois descobriram um livro com capa de couro, que parecia ser muito antigo. Certamente era diferente de qualquer livro que já tinham visto. Era pesado, de cor negra. Ao folhear o livro, não entenderam nada do que viam; seu conteúdo estava repleto de desenhos e letras estranhas. Deduziram que era apenas um livro antigo que poderia ter algum valor comercial e talvez pudessem ganhar algum dinheiro com aquela velharia esquisita.

Alex comentou com Ricardo que conhecia um sebo na cidade e possivelmente conseguiria vender o livro por lá. Mais tarde, já em casa, Alex resolveu analisar o misterioso livro com mais atenção e logo descobriu que se tratava de um livro de magia. O artefato era um grimório, um livro de fórmulas mágicas, rituais e encantamentos usados por bruxas e feiticeiros; também conhecido como livro das sombras.

O livro possuía ilustrações que remetiam a Idade Média e Alex notou ainda que a obra era atribuída a São Cipriano. Reza a lenda que São Cipriano vendeu a alma para o Diabo em troca de se tornar um poderoso feiticeiro e muitos anos mais tarde ele se arrependeu. Dizem que o mago era temido na Idade Média por seus feitiços de magia negra e foi implacável com todos aqueles que ousaram cruzar o seu caminho.

Alex não sabia nada sobre esse assunto e tampouco entendia o significado daqueles símbolos ali impressos, mas continuou folheando aquelas páginas amareladas pelo tempo. Alex resolveu ligar para Ricardo, contou ao amigo que suspeitava que

aquele antigo livro possuísse poderes mágicos e talvez pudesse trazer grandes riquezas para os dois. Aquela era uma grande oportunidade que estava sendo oferecida pelo destino e eles deveriam aproveitar.

Ricardo ficou interessado em saber mais e na mesma hora, naquela noite, foi até a casa do amigo querendo entender melhor aquela conversa. Afinal, era tentadora a possibilidade de ficar rico e não precisar mais trabalhar tanto e ganhar tão pouco. Alex mostrou tudo que havia descoberto no livro e Ricardo ficou seduzido pela chance que parecia se revelar. Mas os dois precisariam decifrar o misterioso conteúdo daquele livro antes de poder usá-lo em benefício próprio. Eles precisavam estudar aquele grimório.

Páginas: 1 2

Adriano Besen
O LIVRO DAS SOMBRAS

Ricardo e Alex eram dois amigos nascidos e criados no mesmo bairro. Eles eram melhores amigos. Ambos largaram os estudos ainda jovens e começaram a trabalhar no ramo da jardinagem, construção civil e obras em geral. Os dois amigos tinham pouco estudo, mas eram acostumados a trabalhar duro todos os dias. Já faziam isso junto há muitos anos. Certo dia, a dupla foi contratada para fazer mais um serviço; até então, considerado um trabalho “fácil” por eles. Tinham que demolir uma velha casa. Calcularam que o trabalho levaria uns três dias.

Era uma casa antiga, construída em madeira que já estava apodrecida; sendo assim, ficaria mais fácil pôr tudo abaixo. No primeiro dia, Ricardo e Alex começaram desfazendo o telhado e empilhando as telhas. No segundo dia, arrancaram as tábuas das paredes e amontoaram nos fundos do terreno. No terceiro dia, trabalharam no desmanche do assoalho. O trabalho corria bem até que, debaixo de uma das últimas tábuas do assoalho, encontraram um objeto embrulhado em um tecido velho.

Ao remover o tecido empoeirado, os dois descobriram um livro com capa de couro, que parecia ser muito antigo. Certamente era diferente de qualquer livro que já tinham visto. Era pesado, de cor negra. Ao folhear o livro, não entenderam nada do que viam; seu conteúdo estava repleto de desenhos e letras estranhas. Deduziram que era apenas um livro antigo que poderia ter algum valor comercial e talvez pudessem ganhar algum dinheiro com aquela velharia esquisita.

Alex comentou com Ricardo que conhecia um sebo na cidade e possivelmente conseguiria vender o livro por lá. Mais tarde, já em casa, Alex resolveu analisar o misterioso livro com mais atenção e logo descobriu que se tratava de um livro de magia. O artefato era um grimório, um livro de fórmulas mágicas, rituais e encantamentos usados por bruxas e feiticeiros; também conhecido como livro das sombras.

O livro possuía ilustrações que remetiam a Idade Média e Alex notou ainda que a obra era atribuída a São Cipriano. Reza a lenda que São Cipriano vendeu a alma para o Diabo em troca de se tornar um poderoso feiticeiro e muitos anos mais tarde ele se arrependeu. Dizem que o mago era temido na Idade Média por seus feitiços de magia negra e foi implacável com todos aqueles que ousaram cruzar o seu caminho.

Alex não sabia nada sobre esse assunto e tampouco entendia o significado daqueles símbolos ali impressos, mas continuou folheando aquelas páginas amareladas pelo tempo. Alex resolveu ligar para Ricardo, contou ao amigo que suspeitava que

aquele antigo livro possuísse poderes mágicos e talvez pudesse trazer grandes riquezas para os dois. Aquela era uma grande oportunidade que estava sendo oferecida pelo destino e eles deveriam aproveitar.

Ricardo ficou interessado em saber mais e na mesma hora, naquela noite, foi até a casa do amigo querendo entender melhor aquela conversa. Afinal, era tentadora a possibilidade de ficar rico e não precisar mais trabalhar tanto e ganhar tão pouco. Alex mostrou tudo que havia descoberto no livro e Ricardo ficou seduzido pela chance que parecia se revelar. Mas os dois precisariam decifrar o misterioso conteúdo daquele livro antes de poder usá-lo em benefício próprio. Eles precisavam estudar aquele grimório.

Páginas: 1 2