Maldohorror - Coletivo de escritores fantásticos e malditos.
Alexander Ribeiro
Natural do Rio de Janeiro. É servidor público municipal. Apesar de ser formado em cinema, foi na literatura que encontrou o meio ideal para expressar sua imaginação. Desde criança é fascinado pelo gênero fantástico, em especial, o horror. Artistas de diferentes mídias o influenciaram como Stephen King, H.P. Lovecraft, Neil Gaiman, Alan Moore, Grant Morrison, John Carpenter, Lucio Fulci, Dario Argento e Guilhermo del Toro.







O Tormento

De repente, ele acordou. Tudo não tinha passado de um sonho. Se levantou, erguendo o dorso, olhou ao redor e estava em uma praia deserta e paradisíaca. De repente, uma mão tocou seu peito e ao olhar para o lado, Lucy, sua namorada, estava lá, deitada, exibindo seu corpo lindo e bronzeado. Ela olhou-o e disse: “calma amor, foi só um pesadelo… relaxa”. Ele respirou fundo, aliviado, e relaxou, deitando na toalha sobre a areia. Ela continuou : “o que você sonhou … quer me contar ?”Antes que respondesse, a ficha caiu que ele não lembrava de ter ido para aquela praia. A sensação de paz que sua amada lhe deu foi tão boa, que ele nem chegou a pensar nisso antes. Foi então que questionou Lucy a respeito e ela respondeu “amor, vocè está bem ? Você não lembra de quando saímos do hotel e viemos pra cá ? Você estava dirigindo …” retrucou : “mas que hotel? onde estamos afinal ?” Ela respondeu : “o que você tomou ? Me dá um pouco disso ai que a onda deve ser boa há há há … você planejou a viagem toda, seu demente, e agora esqueceu que estamos no Havaí ?” ele se assustou e ficou olhando pra ela sem entender nada. Ele se levantou e começou a caminhar, olhando ao redor tentando entender o que estava acontecendo… quando se deu conta, Lucy estava atrás dele .”amor … você está bem ? Quer voltar pro hotel e descansar um pouco ?” Ele olhou pra ela sem saber o que responder . Não sabia o que queria, o que sentir, e nem sequer se tudo aquilo era real ou não.

De repente sentiu algo se mexer embaixo da areia. Levantou o pé, assustado, e avistou algo no formato de uma cobra rastejando por baixo da areia. De repente um tentáculo branco se levantou e ficou se mexendo. Assustado, ele tentava entender, em vão, que diabo era aquilo. Lucy gritou vendo o tentáculo, que enrolou a sua perna esquerda e apertou, ate começar a sangrar. Lucy urrava de dor, e ele que estava sem ação até então, correu e puxou o tentáculo da sua perna, e ao puxa-lo, pedaços da carne dela saíram, pois estavam coladas em pequenos espinhos que haviam na parte interna do tentáculo do estranho ser. Várias pequenas feridas ficaram na perna e saiu sangue. Ele então, voltou a puxar, mas outro tentáculo saiu do chão agora, atrás dele e enroscou seu pescoço, e foi apertando-o com cada vez mais força, até ele não ter mais fôlego e sua visão ficar turva.

Páginas: 1 2 3 4 5

Alexander Ribeiro
O Tormento

De repente, ele acordou. Tudo não tinha passado de um sonho. Se levantou, erguendo o dorso, olhou ao redor e estava em uma praia deserta e paradisíaca. De repente, uma mão tocou seu peito e ao olhar para o lado, Lucy, sua namorada, estava lá, deitada, exibindo seu corpo lindo e bronzeado. Ela olhou-o e disse: “calma amor, foi só um pesadelo… relaxa”. Ele respirou fundo, aliviado, e relaxou, deitando na toalha sobre a areia. Ela continuou : “o que você sonhou … quer me contar ?”Antes que respondesse, a ficha caiu que ele não lembrava de ter ido para aquela praia. A sensação de paz que sua amada lhe deu foi tão boa, que ele nem chegou a pensar nisso antes. Foi então que questionou Lucy a respeito e ela respondeu “amor, vocè está bem ? Você não lembra de quando saímos do hotel e viemos pra cá ? Você estava dirigindo …” retrucou : “mas que hotel? onde estamos afinal ?” Ela respondeu : “o que você tomou ? Me dá um pouco disso ai que a onda deve ser boa há há há … você planejou a viagem toda, seu demente, e agora esqueceu que estamos no Havaí ?” ele se assustou e ficou olhando pra ela sem entender nada. Ele se levantou e começou a caminhar, olhando ao redor tentando entender o que estava acontecendo… quando se deu conta, Lucy estava atrás dele .”amor … você está bem ? Quer voltar pro hotel e descansar um pouco ?” Ele olhou pra ela sem saber o que responder . Não sabia o que queria, o que sentir, e nem sequer se tudo aquilo era real ou não.

De repente sentiu algo se mexer embaixo da areia. Levantou o pé, assustado, e avistou algo no formato de uma cobra rastejando por baixo da areia. De repente um tentáculo branco se levantou e ficou se mexendo. Assustado, ele tentava entender, em vão, que diabo era aquilo. Lucy gritou vendo o tentáculo, que enrolou a sua perna esquerda e apertou, ate começar a sangrar. Lucy urrava de dor, e ele que estava sem ação até então, correu e puxou o tentáculo da sua perna, e ao puxa-lo, pedaços da carne dela saíram, pois estavam coladas em pequenos espinhos que haviam na parte interna do tentáculo do estranho ser. Várias pequenas feridas ficaram na perna e saiu sangue. Ele então, voltou a puxar, mas outro tentáculo saiu do chão agora, atrás dele e enroscou seu pescoço, e foi apertando-o com cada vez mais força, até ele não ter mais fôlego e sua visão ficar turva.

Páginas: 1 2 3 4 5