Maldohorror - Coletivo de escritores fantásticos e malditos.
Alexander Ribeiro
Natural do Rio de Janeiro. É servidor público municipal. Apesar de ser formado em cinema, foi na literatura que encontrou o meio ideal para expressar sua imaginação. Desde criança é fascinado pelo gênero fantástico, em especial, o horror. Artistas de diferentes mídias o influenciaram como Stephen King, H.P. Lovecraft, Neil Gaiman, Alan Moore, Grant Morrison, John Carpenter, Lucio Fulci, Dario Argento e Guilhermo del Toro.







O Vulto

Duas semanas depois, Andressa retornava a escola pela primeira vez. Ela acabou se culpando pela morte de Luís, por mais que todos lhe dissessem que a culpa não era dela. Alguns lhe diziam que aquela casa era assombrada, algo que ela tinha ouvido, mas que nunca acreditou. Então o irmão mais velho de Rafael, o namorado de sua melhor amiga, lhe contou a historia daquela casa. Há 20 anos atrás, uma garota chamada Pietra, que havia estudado naquela mesma escola, e era a mais popular da turma, foi sequestrada por um homem, levada para aquela casa, que era onde ele morava, e morta num ritual de magia negra. O assassinofez um pentagrama no chão com sangue de bode, acendeu velas negras nas extremidades, deitou a garota, amarrada no centro, e depois de recitar uma magia, cortou sua jugular com um punhal egípcio e arrancou parte do seu seio esquerdo com uma mordida. O monstruoso homem era um cidadão acima de qualquer suspeita, um engenheiro bem sucedido que era amigo de pessoas poderosas da cidade, mas foi preso por causa do DNA encontrado na mordida. O crime chocou a cidade na época, e o homem foi condenado a 100 anos de prisão, porem só cumpriria 30, que é a pena máxima na justiça brasileira. Andressa ficou chocada com a história, e começou a se perguntar se algo sobrenatural não tinha causado a morte de Luís. Aquela história tinha feito com que ela questionasse o seu ceticismo. Com o tempo, ela passou a acreditar isso, para se eximir do sentimento de culpa que se apossou dela anteriormente.

Depois da morte de Luís, todos na cidade passaram a ter mais medo da casa abandonada. Alguns meses depois, um grupo de adolescentes fez uma aposta em que diziam que pagariam 200 reais para aquele que tivesse coragem de dormir na casa. Um deles,que dizia que não tinha medo de nada, aceitou o desafio. Chegou a casa as 10 da noite equipado de lanterna, travesseiro e colchonete, e saiu de lá correndo e gritando ás 3:10 da manhã. Ele nunca conseguiu dizer o que viu, pois não dizia mais coisa com coisa. Seu destino foi o hospício da região, de onde nunca mais saiu.

A partir daí, todos se afastaram da casa, E todos tinham a certeza, que aquela não era uma casa abandonada, pois ali havia um morador que nunca iria deixar o lugar: o próprio demônio.

Páginas: 1 2

Duas semanas depois, Andressa retornava a escola pela primeira vez. Ela acabou se culpando pela morte de Luís, por mais que todos lhe dissessem que a culpa não era dela. Alguns lhe diziam que aquela casa era assombrada, algo que ela tinha ouvido, mas que nunca acreditou. Então o irmão mais velho de Rafael, o namorado de sua melhor amiga, lhe contou a historia daquela casa. Há 20 anos atrás, uma garota chamada Pietra, que havia estudado naquela mesma escola, e era a mais popular da turma, foi sequestrada por um homem, levada para aquela casa, que era onde ele morava, e morta num ritual de magia negra. O assassinofez um pentagrama no chão com sangue de bode, acendeu velas negras nas extremidades, deitou a garota, amarrada no centro, e depois de recitar uma magia, cortou sua jugular com um punhal egípcio e arrancou parte do seu seio esquerdo com uma mordida. O monstruoso homem era um cidadão acima de qualquer suspeita, um engenheiro bem sucedido que era amigo de pessoas poderosas da cidade, mas foi preso por causa do DNA encontrado na mordida. O crime chocou a cidade na época, e o homem foi condenado a 100 anos de prisão, porem só cumpriria 30, que é a pena máxima na justiça brasileira. Andressa ficou chocada com a história, e começou a se perguntar se algo sobrenatural não tinha causado a morte de Luís. Aquela história tinha feito com que ela questionasse o seu ceticismo. Com o tempo, ela passou a acreditar isso, para se eximir do sentimento de culpa que se apossou dela anteriormente.

Depois da morte de Luís, todos na cidade passaram a ter mais medo da casa abandonada. Alguns meses depois, um grupo de adolescentes fez uma aposta em que diziam que pagariam 200 reais para aquele que tivesse coragem de dormir na casa. Um deles,que dizia que não tinha medo de nada, aceitou o desafio. Chegou a casa as 10 da noite equipado de lanterna, travesseiro e colchonete, e saiu de lá correndo e gritando ás 3:10 da manhã. Ele nunca conseguiu dizer o que viu, pois não dizia mais coisa com coisa. Seu destino foi o hospício da região, de onde nunca mais saiu.

A partir daí, todos se afastaram da casa, E todos tinham a certeza, que aquela não era uma casa abandonada, pois ali havia um morador que nunca iria deixar o lugar: o próprio demônio.

Páginas: 1 2