Maldohorror - Coletivo de escritores fantásticos e malditos.
Golden Barbie
Louca, maluca, insana e perturbada. Sem nenhum pingo de lucidez.
Um labirinto sem fim...
Um enigma onde muitos insistem em querer desvendar...
Vivendo a complexidade dos meus dias onde, embriago-me para viver e sobreviver em guerra constante entre a realidade e a fantasia.
Devorando os lobos que surgem em minha caminhada.
Mantendo-me sempre uma alfa.
Escrevo para aliviar os agonizantes gritos das vozes que moram em minha cabeça, o universo e suas frustrações "cagadas" me inspiram a rabiscar folhas e mais folhas de papel.
Mantenha-se longe! "Ou arrancarei suas tripas e as cozinharei". 





Mabon

Caminho na calada da noite sombria

Respiro escuridão e magia

Tochas nascem de salgueiros sem vida

Meus passos cautelosos firmam-se sobre a Mãe Terra viva

Os cães ferozes de Hekáta

Partem em debandada

Para mais um glorioso sabá

– Sou a grande serpente que morde a própria cauda.

Cantais e bebeis

Do líquido sagrado de seu semelhante em meu cálice

De prata.

Da-me mirra, sândalo e patchouli

Celebras o renascimento,

Pois sou às três faces do tempo.

Caminho na calada da noite sombria

Respiro escuridão e magia

Tochas nascem de salgueiros sem vida

Meus passos cautelosos firmam-se sobre a Mãe Terra viva

Os cães ferozes de Hekáta

Partem em debandada

Para mais um glorioso sabá

– Sou a grande serpente que morde a própria cauda.

Cantais e bebeis

Do líquido sagrado de seu semelhante em meu cálice

De prata.

Da-me mirra, sândalo e patchouli

Celebras o renascimento,

Pois sou às três faces do tempo.