Maldohorror - Coletivo de escritores fantásticos e malditos.
Golden Barbie
Louca, maluca, insana e perturbada. Sem nenhum pingo de lucidez.
Um labirinto sem fim...
Um enigma onde muitos insistem em querer desvendar...
Vivendo a complexidade dos meus dias onde, embriago-me para viver e sobreviver em guerra constante entre a realidade e a fantasia.
Devorando os lobos que surgem em minha caminhada.
Mantendo-me sempre uma alfa.
Escrevo para aliviar os agonizantes gritos das vozes que moram em minha cabeça, o universo e suas frustrações "cagadas" me inspiram a rabiscar folhas e mais folhas de papel.
Mantenha-se longe! "Ou arrancarei suas tripas e as cozinharei". 





Meu algoz

Os dias passam com lentidão
Minhas lágrimas já não suprem mais o fado desta tristeza
Meu ente interno berra
A estremecer as solitárias montanhas nórdicas
Pois suas mórbidas belezas
Fazem meus olhos marear em tristeza…
Busco pela criança que perdi,
Em meio aos goles de Rum,
Busco pelo gélido vale e além…
Vagueio nas lembranças…
Lá encontro a criança
Com seus punhos cerrados
Sobre a neve vermelha descansa.

Golden Barbie
Meu algoz

Os dias passam com lentidão
Minhas lágrimas já não suprem mais o fado desta tristeza
Meu ente interno berra
A estremecer as solitárias montanhas nórdicas
Pois suas mórbidas belezas
Fazem meus olhos marear em tristeza…
Busco pela criança que perdi,
Em meio aos goles de Rum,
Busco pelo gélido vale e além…
Vagueio nas lembranças…
Lá encontro a criança
Com seus punhos cerrados
Sobre a neve vermelha descansa.