Maldohorror - Coletivo de escritores fantásticos e malditos.
Jean Souza
Nascido em Salvador Bahia no início dos anos 80 Bast o transformou em gato por causa de uma aposta perdida o que ele adorou, condenado ao exílio do submundo escreve para poder passar o tempo na eternidade, lembra de sua vida como humano quando ouvia sludge metal, industrial e noise alisando seus gatos Adolfinho e Tina Turner. Pode ver as outras dimensões e dessas experiências tinge sua pena e começa a escrever, se inspira em Lautréamont, Gogól, Strindberg, Lovecraft, Augustos Dos Anjos, Balzac, Jack Kerauac e seres fantásticos como a alma atormentada de Barba Azul, as divindades Abbuto, Yebá Beló por exemplo, é uma nova entidade que não procura por riquezas ou títulos humanos, o que faz é apenas registro de mundos.





Prédios- parte 04

Sem forma definida passeiam. Corpos ácidos, vários seres unidos derretendo tudo em volta. Evolução. Passeiam desintegrando os prédios, corroendo vermes, moscas e restos orgânicos pós-homens; portas abrindo caminhos para a nova ordem. Condenando a pós-humanidade a extinção.

Fim da transmissão.

 

Páginas: 1 2 3 4 5

Jean Souza
Prédios- parte 04

Sem forma definida passeiam. Corpos ácidos, vários seres unidos derretendo tudo em volta. Evolução. Passeiam desintegrando os prédios, corroendo vermes, moscas e restos orgânicos pós-homens; portas abrindo caminhos para a nova ordem. Condenando a pós-humanidade a extinção.

Fim da transmissão.

 

Páginas: 1 2 3 4 5