Maldohorror - Coletivo de escritores fantásticos e malditos.
Juliety Alves
Eu, Juliety Alves, 31 anos no exato momento em que ingresso nesses confins. Apaixonada por cinema, literatura e estudante de psicologia, desprovida de crenças e causos, apenas alguém que tem que ver para crer.







Memórias são como Visitas

Penso que se houvesse uma maneira de apagarmos certas memórias que nos causam algum desconforto, seríamos mais felizes, porém, são essas mesmas nocivas memórias de momentos que, outrora trouxeram alegria e agora não mais, que nos permitem criar novas maneiras de degustar nossa torpe

existência.

 

Suponho que, se não as tivéssemos, sucumbiríamos ao limbo da ignorância das experiências. Toda nova vivência despertaria um sentimento bom novamente, poderíamos concentrar nossa energia em viver o presente momento sem remoermos angustiados o que ficou para trás e nem o que está por vir.

 

Concluo então que, a dualidade das lembranças servem a algum propósito que padece de entendimento e trago uma analogia para finalizar.

“Memórias são como visitas, algumas abraçamos e ansiamos o seu retorno e outras sepudéssemos, nem abriríamos a porta.”

Juliety Alves
Memórias são como Visitas

Penso que se houvesse uma maneira de apagarmos certas memórias que nos causam algum desconforto, seríamos mais felizes, porém, são essas mesmas nocivas memórias de momentos que, outrora trouxeram alegria e agora não mais, que nos permitem criar novas maneiras de degustar nossa torpe

existência.

 

Suponho que, se não as tivéssemos, sucumbiríamos ao limbo da ignorância das experiências. Toda nova vivência despertaria um sentimento bom novamente, poderíamos concentrar nossa energia em viver o presente momento sem remoermos angustiados o que ficou para trás e nem o que está por vir.

 

Concluo então que, a dualidade das lembranças servem a algum propósito que padece de entendimento e trago uma analogia para finalizar.

“Memórias são como visitas, algumas abraçamos e ansiamos o seu retorno e outras sepudéssemos, nem abriríamos a porta.”