Maldohorror - Coletivo de escritores fantásticos e malditos.
Matheus Freitas
Matheus Freitas nasceu em 1990, é jornalista, escritor e roteirista. Tenta povoar todos os gêneros e formatos possíveis para poder dar andamento em seu projeto de Universo Compartilhado de Narrativa Transmídia, que é extenso demais para explicar neste espaço.
Por ora, escreve romances, contos e roteiros de HQs, audiovisual e tudo mais que puder inventar para criar o universo compartilhado mais diversificado possível. Gosta de trabalhar com basicamente todos os gêneros: terror, horror, suspense, humor, romance, ação, aventura etc.
Gosta de escrever aquilo que gostaria de ler ou ver, por isso, às vezes, tem algumas ideias absurdas, outras interessantes e algumas, sob entendimento de outros, ruins (porque seu gosto nem sempre é compreendido pelos demais), mas, no fim das contas, só quer contar algumas histórias.






O Demonio de Tourette- Parte 02

O garoto também está sem camiseta. Em seu corpo há marcas de queimadura e machucados. Ao notar a presença de Pietro e Elba, os tíquetes ficam mais altos e rápidos.

– Você está bem? Viemos ajudá-lo – diz Pietro.

Ao tentar se aproximar, é contido por Elba.

– Não chegue perto…

– Você acha que realmente ele está possuído? Achei que fosse mais inteligente que isso…

– Não se trata de inteligência e sim de crenças. E não, não acho que ele esteja possuído, apenas nervoso por estarmos aqui.

Pietro recuou e Elba continuou:

 

– – Nós sabemos que não está possuído. Não estamos com o padre Zequeu. Pelo contrário, queremos detê-lo. Ele tem torturado muitas pessoas. Meu nome é Elba. E o seu?

 

Páginas: 1 2 3 4

Matheus Freitas
O Demonio de Tourette- Parte 02

O garoto também está sem camiseta. Em seu corpo há marcas de queimadura e machucados. Ao notar a presença de Pietro e Elba, os tíquetes ficam mais altos e rápidos.

– Você está bem? Viemos ajudá-lo – diz Pietro.

Ao tentar se aproximar, é contido por Elba.

– Não chegue perto…

– Você acha que realmente ele está possuído? Achei que fosse mais inteligente que isso…

– Não se trata de inteligência e sim de crenças. E não, não acho que ele esteja possuído, apenas nervoso por estarmos aqui.

Pietro recuou e Elba continuou:

 

– – Nós sabemos que não está possuído. Não estamos com o padre Zequeu. Pelo contrário, queremos detê-lo. Ele tem torturado muitas pessoas. Meu nome é Elba. E o seu?

 

Páginas: 1 2 3 4