Maldohorror - Coletivo de escritores fantásticos e malditos.
Petter Baiestorf
Teve um dia em que os espermatozóides festeiros de meu pai partiram em direção ao barzinho óvulo de minha mãe e lá começaram um sambinha esperto do criolo doido e eu ali nasci. Era 1974 e o clima de família tradicional/milico no poder/igreja vomitando regras me fez bem pra cabeça e virei, nada mais lógico, ateu anarquista debochado avesso a qualquer tipo de regras. Lá por 1988, um pouco antes talvez, comecei a escrever contos no caderno da escola. Tentei virar poeta, mas aí descobri os fanzines e comecei a colaborar e, na sequência, editar meus próprios títulos. Foi com fanzines que consegui conciliar minhas paixões por literatura, quadrinhos, música e, a maior de todas, cinema. Em 1992, com meu amigo de escola E.B. Toniolli, fundei a Canibal Filmes e comecei a filmar em VHS amador mesmo. Em 1995 um filme meu chamado "O Monstro Legume do Espaço" apresentou meu grupo pro underground brasileiro e, de lá pra cá, só tô tentando aproveitar o máximo essa festinha que é a vida.




Um treponema pallidum mutante atrapalhando a vida amorosa de um xanthorrhoea australis apaixonado III

Todos esses amaldiçoados pela natureza sofriam muito mais do que ele. As nuvens negras haviam sumido, a neve gelatinosa começava a derreter, vários Buthus Occitanus bebiam chopp acompanhados de suas respectivas Latrodectus Mactans maliciosas e Von Hohenheim lavava suas mãos, a cirurgia estava concluída e parte dos problemas do senhor Xanthorrhoea resolvidos. Duas semanas após a operação, doutor Hoffmann e Von Hohenheim chegaram a ilação de que o paciente já estava completamente recuperado. Echinocereus Grusoni e Opuntia Erinacea sorriam aliviados pela melhora do amigo. Xanthorrhoea correu até a musa Welwitschia para contar a novidade, mas quando seus olhares se cruzaram ele pensou que seria melhor ficar calado. Apenas disse a Welwitschia que ela devia parar de fazer as criaturas se apaixonarem por ela para depois abandona-los somente acompanhados por seus temores e fraquezas. Amar era o pior dos sentimentos para um perdedor nato como ele e que agora havia aprendido a lição e, pensava, nunca mais iria se apaixonar novamente. Iria se tornar um peregrino sem destino e tão logo acabou de dizer essas palavras que vinham sinceras de seus neurônios, virou-se de costas para sua amada e partiu para lugar algum. Chorando pelo amor destruído, olhou para o céu e percebeu que as Nocticulas Scintillans estavam retornando, derrotadas em suas batalhas pela posse do universo, para os oceanos. Percebeu que a sua volta só haviam perdedores sociais, então resolveu sentar-se no jardim das Helianthus Annuus onde iria permanecer por duas dezenas de horas, pensando em como unir todos esses perdedores e construir um novo sistema social. Sim, o senhor Xanthorrhoea iria manter seus neurônios ocupados, começava a perceber que os derrotados poderiam, enfim, criar o tão almejado caos ectrótico de boas ações tão almejado pelas Nocticulas Scintillans. Um senhor Xanthorrhoea revolucionário acabava de nascer.

 

Páginas: 1 2

Petter Baiestorf
Um treponema pallidum mutante atrapalhando a vida amorosa de um xanthorrhoea australis apaixonado III

Todos esses amaldiçoados pela natureza sofriam muito mais do que ele. As nuvens negras haviam sumido, a neve gelatinosa começava a derreter, vários Buthus Occitanus bebiam chopp acompanhados de suas respectivas Latrodectus Mactans maliciosas e Von Hohenheim lavava suas mãos, a cirurgia estava concluída e parte dos problemas do senhor Xanthorrhoea resolvidos. Duas semanas após a operação, doutor Hoffmann e Von Hohenheim chegaram a ilação de que o paciente já estava completamente recuperado. Echinocereus Grusoni e Opuntia Erinacea sorriam aliviados pela melhora do amigo. Xanthorrhoea correu até a musa Welwitschia para contar a novidade, mas quando seus olhares se cruzaram ele pensou que seria melhor ficar calado. Apenas disse a Welwitschia que ela devia parar de fazer as criaturas se apaixonarem por ela para depois abandona-los somente acompanhados por seus temores e fraquezas. Amar era o pior dos sentimentos para um perdedor nato como ele e que agora havia aprendido a lição e, pensava, nunca mais iria se apaixonar novamente. Iria se tornar um peregrino sem destino e tão logo acabou de dizer essas palavras que vinham sinceras de seus neurônios, virou-se de costas para sua amada e partiu para lugar algum. Chorando pelo amor destruído, olhou para o céu e percebeu que as Nocticulas Scintillans estavam retornando, derrotadas em suas batalhas pela posse do universo, para os oceanos. Percebeu que a sua volta só haviam perdedores sociais, então resolveu sentar-se no jardim das Helianthus Annuus onde iria permanecer por duas dezenas de horas, pensando em como unir todos esses perdedores e construir um novo sistema social. Sim, o senhor Xanthorrhoea iria manter seus neurônios ocupados, começava a perceber que os derrotados poderiam, enfim, criar o tão almejado caos ectrótico de boas ações tão almejado pelas Nocticulas Scintillans. Um senhor Xanthorrhoea revolucionário acabava de nascer.

 

Páginas: 1 2