Maldohorror - Coletivo de escritores fantásticos e malditos.
Poebos Abel
Poebos Abel é um leitor voraz de Literatura, Filosofia e Ciência. Cultiva o gosto pela poesia desde tenra idade, sendo um leitor ávido e entusiasta dos grandes poetas da língua portuguesa. Quando não está às voltas com a ciência e a filosofia, lê e faz poemas. Não cultiva gosto e estima pela métrica, pois pensa que ela limita e suprime o pensar e o dizer do poeta, mas nutre intensa devoção e carinho pela graciosa rima, por isso sua poesia é rimada e desmedida.
E-mail:phisikys@gmail.com
Facebook:https://www.facebook.com/phisikys







Prenúncios

Um Anjo sibilou-me com exortação,

 Prenunciando-me os sinais da salvação!

Transportou-me para seu refúgio arcano

 E revelou-me os mistérios do Decano!

 

 O Anjo da Vida murmurou-me,

Anunciando-me os sinais do apocalipse!

O Anjo da Morte sussurrou-me,

Enunciando-me os sinais dum eclipse!

Poebos Abel
Prenúncios

Um Anjo sibilou-me com exortação,

 Prenunciando-me os sinais da salvação!

Transportou-me para seu refúgio arcano

 E revelou-me os mistérios do Decano!

 

 O Anjo da Vida murmurou-me,

Anunciando-me os sinais do apocalipse!

O Anjo da Morte sussurrou-me,

Enunciando-me os sinais dum eclipse!